• Felipe Marques

O que é Employee Experience e como começar a aplicar no seu RH

Updated: Mar 15

Quem não gostaria de trabalhar em uma empresa que olha atentamente

para o colaborador, que entende os momentos de verdade e que sabe da

importância de cuidar da jornada do funcionário?



É notada a mudança do cenário profissional, principalmente no momento atual onde fomos obrigados a adaptar nosso jeito de trabalhar em diferentes aspectos.

Nesse cenário, as empresas foram forçadas a olhar com mais atenção para os seus colaboradores, antes em seus ambientes corporativos e agora até remotamente.

Mais do que investimento no bem-estar dos funcionários, é preciso olhar com atenção para as individualidades de cada um deles.

Foco no colaborador é muito mais do que ambientes acolhedores e benefícios, é proporcionar a integração, bem-estar e ouvir o que cada um tem a dizer em toda a sua jornada, até mesmo agora, com o cenário atual de adaptação e adequação por conta da pandemia.


Mas, afinal, o que é Employee Experience?


O termo, criado em 2015 com a criação do cargo de Global Head of Employee Experience, ocupado por Mark Levy na empresa Airbnb, consistia em transformar responsabilidades do RH, que deixava de ser apenas recrutamento, desenvolvimento e gestão de talentos para englobar também a estruturação de um excelente local de trabalho.

Employee Experience é conseguir observar a experiência de seus colaboradores como uma etapa fundamental para o sucesso de seu negócio, trazendo-o para o centro das discussões.

Além de proporcionar qualidade de vida para quem encara os desafios da empresa, o investimento em EX também se mostra algo extremamente rentável.

A pesquisa Benchmark de EX 2020, elaborada pela Team Upp, mostra que


empresas que possuem ações de Employee Experience possuem uma otimização de 25% em seus lucros, ou seja, funcionários que se sentem parte da companhia, levam esse sentimentos para suas funções profissionais do dia a dia, o que traz resultados.

Além disso, esse olhar mais cuidadoso para a jornada do colaborador, reflete em:

  • menor taxa de absenteísmo;

  • menos rotatividade no quadro de colaboradores;

  • e maior saúde física e emocional para todos.




A Ambev é um dos exemplos de empresas que investem em ações de EX.

Além de sua gama de benefícios voltados para saúde e bem-estar, a empresa promove a integração de seus funcionários por meio de grupos de interesses e ferramentas de comunicação, como o Workplace, dando espaço para a liberdade de postagem de conteúdos, conversas e compartilhamento de momentos (dentro e fora do trabalho). Nestes grupos de interesses a gamificação de ações de bem-estar, saúde e diversão mediam os assuntos, gerando conversas e estimulando os colaboradores a se exercitarem, através do #DesafioAmbevEsportes, compartilharem gostos pessoais e a participarem ativamente de ações. Dessa forma todos, independente de seus cargos e localidades, nutrem sentimentos de pertencimento e conseguem reconhecer seu papel como parte fundamental da empresa.


''A gestão de grupos de interesse facilitada pela equipe da Team Upp ajudou nosso time de Gente&Gestão no compromisso de garantir uma melhor qualidade de vida para todos nós. O engajamento através dos grupos trouxe integração e hábitos mais saudáveis para nosso time - refletindo claramente em uma melhora de clima organizacional no dia a dia.''

Lucineide dos Reis Xavier

DGG - Remuneração & Benefícios


Para saber mais sobre as iniciativas implementadas na Ambev pela Team Upp, entre em contato com nossos especialistas!



Como posso começar a aplicar EX na minha empresa?


Embora algumas aplicações e ferramentas utilizadas lá fora possam ser de fácil reprodução

por aqui, a estratégia de copia e cola com puffs amarelos, mesas de jogos e

ambientes que nos deixam maravilhados podem até acender uma centelha

de interesse, mas não produzem os resultados prometidos.




Os passos iniciais para a implementação de Employee Experience consistem em evitar fórmulas prontas, cada empresa é única e composta por profissionais com anseios e necessidades específicas. Trazer a discussão do tema, para as pessoas tomadoras de decisões de sua companhia e ter o olhar atento ao assunto, já é um bom início para promover mudanças e evoluções para todos os indivíduos que compõem a estrutura de seu ambiente corporativo. Esforços voltados para pensar em como tornar a atração de novos talentos algo mais humano e acolhedor, integrar e envolver diferentes hierarquias nessas contratações e todo o processo de onboarding, são exemplos de Employee Experience que devem ocorrer no início da jornada de um novo colaborador. Sempre tendo estas ações atreladas às missões e valores de sua companhia. Dessa forma, o caminho para um ambiente mais produtivo e saudável será mais natural e benéfico para todos os envolvidos


Benchmark Brasil de Employee Experience 2020


Confira os principais desafios no cenário de Employee Experience no primeiro Benchmark brasileiro que escutou mais de 150 empresas sobre suas questões no cenário de pandemia, principais desafios em atração, seleção e onboarding, como pensam a jornada do colaborador e outros tópicos para se inspirar e trazer a discussão do tema para dentro de sua companhia!


36 views