• Team Upp

Qualidade de vida no trabalho: sua importância e como elaborar um programa integrado

Updated: Mar 21

10 dicas para desenvolver um programa de bem-estar eficaz e fortalecer a marca empregadora da sua empresa!



programa de bem-estar eficaz para fortalecer a marca
Qualidade de vida no trabalho


Nunca se falou tanto em qualidade de vida no trabalho como nos dias atuais. O termo aparece com um crescimento exponencial de buscas no Google, segundo o Google Trends, a partir de Abril de 2020, quando a pandemia da covid-19 começou a explodir no Brasil e muitas pessoas se viram perdendo os seus empregos ou enfrentando uma mudança radical de rotina no trabalho, como a adesão do trabalho home office.


Hoje a maioria dos candidatos a empregos procuram informações sobre uma empresa ou vaga em sites de busca. O aumento do número de portais de avaliação de empresas indica o desejo dos funcionários de entender como será sua experiência em uma organização.


No estudo Benchmark Brasil de Employee Experience de 2020, desenvolvido pela Team Upp, 69,92% dos dados obtidos mostram que ainda não está consolidado nas empresas entrevistadas programas que promovam bem-estar e qualidade de vida de forma integrada.


Mas, para começar a mudar esse cenário, primeiro precisamos entender:


O que é Qualidade de Vida no Trabalho?


Embora algumas aplicações e ferramentas famosas, principalmente, na Europa e nos Estados Unidos possam ser de fácil reprodução por aqui, a estratégia de copia e cola dos puffs coloridos, mesas de jogos e ambientes que nos deixam maravilhados podem até acender uma centelha de interesse, mas não produzem os resultados prometidos.


A qualidade de vida no trabalho diz respeito ao clima organizacional da companhia e a maneira como os colaboradores se relacionam e se sentem em relação a ela.

Estamos falando de experiências e, consequentemente, de satisfação - profissional e pessoal; dentro e fora da organização.

Sendo assim, um programa integrado de Employee Experience que cuide de toda a jornada do colaborador, desde o Onboarding até a Promoção e Retenção desses talentos, torna-se imprescindível para que o bem-estar corporativo seja atingido.


‘’HOJE NÃO É SÓ CARREIRA, MAS É A EXPERIÊNCIA QUE ESSE COLABORADOR TEM DENTRO DA ORGANIZAÇÃO QUE VAI TAMBÉM IMPULSIONAR A ATRAÇÃO DE TALENTOS NO MERCADO E FORTALECER A RETENÇÃO DESTE TALENTO.’’

(LARISSA KLEIN - PORTO SEGURO, PARA O BENCHMARK BRASIL DE EX 2020)



Assim, uma experiência positiva do colaborador pode fazer uma enorme diferença nos resultados financeiros de uma organização. Uma análise de mais de 250 organizações globais descobriu que as empresas que pontuaram mais alto nos benchmarks de experiência dos colaboradores têm lucros médios quatro vezes maiores, receitas médias duas vezes maiores e rotatividade 40% menor em comparação com aquelas que não o fizeram. Isso demonstra que o investimento em como o colaborador vivencia sua trajetória em uma organização compensa.





Mas por onde começar? Como elaborar um programa de qualidade de vida integrado?

Pensando nisso, elaboramos 10 dicas de iniciativas essenciais que já desenvolvemos em empresas como Ambev e Vivo, para te ajudar nessa empreitada:



Invista nos seus funcionários


Não podemos começar a discutir sobre a qualidade de vida e experiência do colaborador sem falar em investimentos básicos no seu treinamento, desenvolvimento e bem-estar.

Essas são excelentes formas de começar a engajá-lo com a organização de forma mais profunda e mostrar que a sua empresa está, de fato, preocupada com o indivíduo.


Games de treinamento, onboarding e desenvolvimento:


Os treinamentos e onboarding, muito importantes para o desenvolvimento do colaborador, acabam sendo, muitas vezes, ultrapassados e desnecessariamente maçantes, desviando a atenção e absorção de informações cruciais para a integração e engajamento dos talentos com a organização.


Muito além dos jogos de videogame, a gamificação pode ser uma ferramenta poderosa para tornar o aprendizado mais interativo e divertido.

As apostas em interfaces lúdicas (Consumer like apps) amarradas a um senso de progressão, recompensa e de influência social têm trazido resultados fantásticos. Você já imaginou um Candy Crush ou um Super Mário voltado para desenvolvimento, onde o jogador tem claro senso do seu progresso e consegue compartilhar com a comunidade e lideranças?



Sentimento de pertencimento e programas de reconhecimento:


Desenvolver sentimento de pertencimento passa necessariamente pelo nível de segurança que o colaborador sente em relação a sua carreira durante sua trajetória de persona. Quais habilidades ele gostaria de desenvolver e como gestores olham e reconhecem esses interesses.

Um bom programa de reconhecimento que valoriza indivíduos e equipes, ajuda a reter talentos, engajar e aumentar a produtividade, motivar e promover conquistas pessoais, profissionais.

Essas ‘’recompensas’’, entretanto, não devem ser apenas financeiras. Embora esse seja um motivador claro, iniciativas como um plano de carreira, elogios e feedbacks construtivos podem ser tão ou mais importantes do que um aumento salarial.



Programas de bem-estar:


Quem não gostaria de trabalhar em uma empresa que olha atentamente para o colaborador, que entende os momentos de verdade e que está engajada com a agenda mundial de saúde mental?


Os programas de bem-estar (ou Wellness programs) são ações com o objetivo de promover a saúde e felicidade dos colaboradores, os incentivando a mudarem comportamentos e estilos de vida, dentro e fora do trabalho.

Um bom exemplo é o #DesafioAmbevEsportes, promovido pela Team Upp na Ambev, desde 2019, com o intuito de integrar os colaboradores e engajá-los na prática de atividades físicas, com benefícios para a saúde física e mental.

Nesse programa, a gamificação é utilizada como pilar principal, colocando os colaboradores em uma competição saudável, recebendo destaque em um ranking e, ao final do desafio, premiações.


Quer saber mais sobre o case Ambev e como podemos te ajudar a transformar a qualidade de vida dos seus colaboradores? Agende um diagnóstico gratuito!



Melhore o clima organizacional


O clima organizacional é como as pessoas percebem o ambiente de trabalho, interagem e são impactadas por ele.

Já sabemos que um ambiente pesado, com brigas e cobranças exacerbadas sem reconhecimento resultam em colaboradores infelizes e desmotivados. Mas além desses pilares básicos, a falta de interação entre profissionais e equipes, do sentimento de pertencimento e de um propósito podem, também, desmotivar e desencantar.



Criação de Comunidades de Interesse:


É comum que pessoas que trabalham diretamente todos os dias acabem interagindo mais entre si e criando laços, muitas vezes, além do trabalho. Mas é importante, para garantir um clima organizacional ainda melhor, que exista nas organizações um sentimento de comunidade. Isso trará benefícios enormes para a produtividade e a entrega, uma vez que os profissionais se sintam mais à vontade com pessoas de outros departamentos.


Identifique interesses em comum na sua equipe e promova a criação de comunidades de interesse, como jogos de videogame, esportes, pets ou meditação, por exemplo.

Essas comunidades podem ser criadas em redes sociais corporativas, como o Microsoft Teams ou o Workplace by Facebook e alimentadas com conteúdos semanais sobre o tema, sempre promovendo a interação entre as pessoas, e abrindo espaço para que elas compartilhem sobre seus hobbies e atividades além do trabalho.

Você também pode promover sorteios e gamificações nos grupos, além de encontros presenciais, aumentando ainda mais o engajamento e interesse.



Ações de responsabilidade social e identificação:


Investir em ações de responsabilidade social já deixou de ser uma opção para organizações que buscam consolidação da marca empregadora, engajamento dos colaboradores e impacto social positivo.

Essas iniciativas promovem uma forte identificação entre os funcionários e o propósito da empresa, a disseminação da cultura organizacional dentro e fora da empresa e uma maior retenção de talentos, além do desenvolvimento de competências e habilidades estratégicas para as carreiras, como a liderança, a empatia e a capacidade de escuta além de, é claro, promover interação entre as pessoas e melhorar o clima organizacional.



Trabalhe a comunicação interna


A experiência do colaborador começa, antes de qualquer coisa, em como ele recebe informações e percebe os valores da empresa onde atua.

A falta de comunicação pode deixar os colaboradores sem orientação, favorecendo a ansiedade, a desmotivação e conflitos internos.


Fortaleça a Cultura Organizacional:


Fazer gestão de marca é passar sempre pela ideia de que tudo o que a compõem; todos os elementos que constituem uma organização, passando desde a brand voice até às ferramentas tecnológicas que ela usa, são cruciais para manter um discurso consistente dela mesma. Assim, olhar para todos os setores de maneira coesa e dando importância a elas é o que permitirá que todas as etapas de empreendimento sejam eficazes.


Esse trabalho deve ser um esforço em conjunto de diversas áreas da empresa, não somente do RH, mas também do Marketing e áreas de Comunicação.

Como as áreas de Atendimento se comunicam com o Cliente externo? Qual é o Tom de Voz utilizado?

Esses pilares devem ser aplicados, também, na comunicação interna.



Potencialize os benefícios:


Quantos benefícios a sua empresa oferece para os seus funcionários? Quantos deles são de fato utilizados pelos profissionais?


Oferecer benefícios além da remuneração já provou-se eficaz para garantir a satisfação dos colaboradores, mas valorizá-los e divulgá-los amplamente, além de incentivar a sua utilização, é o que de fato fará as pessoas despertarem o interesse.


Invista em conteúdos relacionados aos benefícios, como dicas de utilização e curiosidades e dê destaque a eles nos canais de comunicação da sua empresa.



-


Abrir o coração da empresa para sua modernização é sempre um processo delicado. Essa postura, sabe-se, é crucial, mas sempre requer um movimento de investigação que traz desconforto e demanda investimento de energia e de despertar a novos olhares.

É com esse sentimento que a Team Upp entende que abordar uma organização em todos os seus nuances, particularidades e unicidades, não pode ser feito sem um olhar que a humanize.


Quer saber mais sobre os nossos cases de sucesso e como podemos ajudar a sua empresa? Entre em contato com a gente!


Recent Posts

See All