• Pablo Reis

Trabalho em equipe: o que significa pertencer a um time?

Um time bem alinhado entrega ótimos resultados em menos tempo, pois tem em si o sentimento de comunhão do trabalho, enxergando o sucesso do grupo como pertencente a todos.



Unir várias pessoas diferentes em prol de um mesmo objetivo. Podemos concordar que este é o conceito de trabalho em equipe, certo?


Partindo desse princípio, convido você a embarcar em algumas reflexões sobre esse assunto.


Primeiro de tudo, podemos pensar que, ao permitir o encontro de diferentes personalidades e, consequentemente, troca de ideias constantes, trabalhar em conjunto cria um ambiente (virtual ou não) de compartilhamento, construindo um excelente employee experience, a famosa experiência do colaborador. Aquele que domina um tema pode auxiliar o outro e assim sucessivamente. No final, temos uma comunhão de ensinamentos em que todos acabam sabendo um pouco mais do que entendiam antes.


Mas, e aí, será que é só por isso que podemos considerar o trabalho em equipe algo muito importante?


O processo de estar com outras pessoas, partilhando da mesma meta, é algo que vivemos desde criança. Quando brincávamos com amigos ou jogávamos um jogo, tudo o que mais queríamos era levar nossa equipe à vitória, não é mesmo? Na vida adulta, carregamos esse sentimento para o ambiente de trabalho. Aqui, nos juntamos a pessoas completamente diferentes, com suas peculiaridades e habilidades próprias. Para entregar um determinado projeto, por exemplo, unimos forças e contamos com o apoio de uma série de pessoas para realizar uma entrega com perfeição.


Vamos pensar na gamificação de um treinamento. É preciso alguém para conceber a ideia, outra pessoa para escrever o roteiro, um terceiro para fazer os desenhos e ainda gente para a programação. Um timaço, concorda? Pois é! E é assim em quase todos os locais de trabalho do mundo. Pessoas trabalham em conjunto para cumprir um objetivo.


Com isso, o trabalho que muitas vezes levaria o dobro ou triplo de tempo se fosse executado por uma só pessoa (isso se ela tivesse todas as habilidades necessárias para trabalhar sozinha), em equipe, é feito em menos tempo. Isso sem contar no aumento da qualidade da entrega final, pois temos um produto que passou pelo olhar e crivo de várias mentes, em que todas se empenharam para extrair o melhor de cada um.


E qualquer pessoa pode fazer parte de um time? Quais habilidades são necessárias?


Todo profissional que tenha vontade e disposição para executar um trabalho colaborativo pode, sim, pertencer a um time. É claro que algumas habilidades se destacam aqui, principalmente por serem capazes de fortalecer a equipe como um todo, o que é refletido na melhoria das performances e resultados. Acompanhe!


1. Saber se comunicar


Trabalhar bem em equipe sem se comunicar com os outros é impossível. Saber conversar, ouvir e compreender o funcionamento do time como um todo, de forma clara e objetiva, ajuda a atingir metas e até superar expectativas. Isso porque um simples diálogo coloca as pessoas na mesma página, integra o time do que está acontecendo e do que esperar como resultado da entrega. Há, dessa forma, um maior senso de pertencimento ao grupo, ao projeto e à empresa.


2. Gerenciar crises


Quando falamos em trabalhar em conjunto, é inevitável ter ideias contrárias, posicionamentos divergentes e opostos de para onde seguir ou quais os melhores caminhos para o negócio. Faz parte da natureza humana discordar e está tudo bem. O grande diferencial aqui é saber o que fazer quando uma crise de divergências acontece.


Uma ótima solução para essas situações é encarar o problema de frente, identificando a questão que o provocou e, a partir disso, refletir sobre as possíveis soluções. Aqui, retomamos ao ponto anterior: ter uma comunicação franca e aberta faz toda a diferença em um momento de crise. É conversando que todo mundo se entende, tendo, claro, empatia pela visão do outro e sempre enxergar o ponto de vista alheio sob uma perspectiva de construção.


Tente olhar o que pode ser aproveitado das ideias de cada um e como tomar uma só direção a partir dos pontos fortes defendidos pelos membros do time. Achar um consenso, aquilo que vai ser melhor para todos na empresa, não para um indivíduo sozinho, costuma sempre ser a melhor opção.


3. Ser proativo


Em um time, proatividade nada mais é do que antecipar as necessidades do grupo e agir para solucioná-las. Uma equipe de pessoas proativas torna o trabalho mais eficiente, gerando mais resultados positivos e agilizando processos, afinal, todos trabalham com independência e em prol de um mesmo objetivo: o sucesso do projeto.


Para ter equipes proativas, é essencial que as empresas saibam investir no desenvolvimento de líderes, que, consequentemente, irão conduzir seus liderados com maestria. Isso significa fazer um planejamento concreto, traçando as metas a serem atingidas e dar constantes feedbacks ao longo de todo o processo produtivo, contribuindo para o êxito do time e liberdade para administrarem suas operações, serem criativos e irem além do esperado. Quando as pessoas sentem que tem espaço para serem autônomas e tomar suas próprias decisões, claro, sempre alinhadas com o objetivo maior, a proatividade surge naturalmente.


Viu só? O trabalho em equipe é fundamental para qualquer empresa! E ao ter uma boa comunicação, saber conduzir crises e ser proativo, conseguimos aprimorar processos e alcançar nossas metas.


Pronto para melhorar os resultados do seu negócio? Então, vem com a gente!

A Team Upp sabe como ajudar a sua equipe a jogar como um verdadeiro time!


Fonte: https://sambatech.com/blog/insights/trabalho-em-equipe

5 views